Sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Ponte estaiada de Laguna será atração turística após a conclusão da duplicação no trecho sul da BR-101.

 

Foto Notícia
 

O projeto de Laguna lembra a ponte estaiada de São Paulo, a estrutura virou cartão-postal da cidade.

A obra construída tem formado da letra xis, diferente da ponte do sul de Santa Catarina que será reta.

Depois que a nova ponte for concluída, a estrutura atual vai ser mantida e passará a receber o trânsito local. A pista também deve ser usada para o registro de fotografias do novo cartão-postal.

A ferrovia que fica no lado esquerdo, no sentido norte-sul, também vai ser preservada.

A construção da ponte vai precisar de apoio de balsas. Na embarcação devem ficar equipamentos, como um guindaste, que serão utilizados no estaqueamento. Também fará o transporte das aduelas. A previsão é que sejam necessárias até 15 destas balsas para erguer o vão central.

O edital de licitação foi dividido em duas partes:

Lote Um: Envolve a travessia urbana de Laguna. São 5,1 quilômetros de pista duplicada.

Lote Dois: Construção da ponte e um viaduto de mais de 450 metros

A ponte:

A obra terá 2.626 metros de extensão e será suspensa por cabos, chamada tecnicamente de estaiada. O trecho é dividido em dois lotes, o da ponte e o trecho terrestre, da duplicação de pista, que compreende o trevo de acesso norte - entrada da Barbacena - e acesso sul, ambos com viadutos. Também terá uma passarela para pedestres em frente a escola de educação básica Saul Ulysséa.

Dando acesso à ponte, será construído um viaduto totalmente montado sobre pilares.

O viaduto que dará acesso à ponte irá começar nas proximidades do posto Lagoa e irá subir até 13 metros e também na região de Laranjeiras ( sentido norte – sul ).
A ponte estaiada ficará poucos metros da atual na parte direita (sentido sul – norte).

A obra:

Foi dividida em etapas:

1 – Fundação – no solo abaixo da ponte serão feitas escavações com 2,5 metros de diâmetro que serão protegidas com camisas metálicas. A mais profunda ficará a 75,8 metros de profundidade. Essas estacas serão armadas com vergalhões de concreto e, depois, preenchidas com concreto.

2 – Construção de pilares - Assim que a fundação estiver pronta, começa a construção dos pilares
de concreto, que irão sustentar as aduelas. A primeira de cada pilar é
chamada de aduela de disparo. Construída no próprio local, serve de
apoio para receber as demais, que serão colocadas simultaneamente
em sentidos opostos em relação ao pilar. Concluída a armação das
aduelas em um vão, a estrutura é completada com as abas laterais,
que também são pré-moldadas.

3 - Colocação dos mastros - A parte estaiada do vão central será apoiada em dois mastros com 50
metros de altura em relação ao pavimento da ponte. Em cada lado dos
mastros serão instalados 14 cabos chamados de estais, totalizando
56, que terão a função de sustentar e dar equilíbrio à estrutura.

4 - Acabamento - Nesta fase serão feitas a colocação de proteções nas laterais e no centro da ponte,
a pavimentação do tabuleiro e a pintura de faixas.

O que é uma ponte estaiada ?

É um tipo de ponte suspensa por cabos constituída de um ou mais mastros, de onde partem cabos de sustentação para os tabuleiros da ponte.

A ponte estaiada costuma ser a solução intermediária ideal entre uma ponte fixa e uma ponte pênsil em casos onde uma ponte fixa iria requerer uma estrutura de suporte muito maior, enquanto uma pênsil necessitaria maior elaboração de cabos.

Para acompanhar a licitação da obra:

http://www1.dnit.gov.br/editais/consulta/resumo.as...

Fonte: Diário Catarinese e Notisul.

                   

Quando a ponte estiver pronta será semelhante a esta, construida em Portugal.

 

Clique no link abaixo para ver o video de apresentação da futura ponte:

"http://www.youtube.com/v/GbWC_uIlZec?fs=1&hl=pt_BR"